Farmácia Cidadã Estadual de Aracruz será oficialmente entregue nesta sexta-feira (04)

Farmácia Cidadã Estadual de Aracruz será oficialmente entregue nesta sexta-feira (04)

A prefeitura de Aracruz, por meio da Secretaria de Saúde (Semsa), realiza nesta sexta-feira (04/10), a partir das 15h, na Unidade de Saúde do Guaxindiba, a cerimônia de entrega da Farmácia Cidadã Estadual de Aracruz. O evento contará com as presenças do prefeito Jones Cavaglieri, da Secretária de Saúde, Clenir Avanza, além de vereadores e lideranças comunitárias.

Os primeiros atendimentos se iniciaram nesta segunda-feira (30/09), com os moradores fazendo a retirada dos medicamentos de alto custo. Esses medicamentos chegaram na tarde da última quinta-feira (26/09). Ao todo são 350 itens padronizados, que são aqueles medicamentos disponíveis na lista de estoque, além de outros considerados não padronizados – aqueles remédios que não se encontram na lista.

A proposta do Projeto Farmácia Cidadã foi apresentada ao prefeito Jones Cavaglieri no dia 25 de junho deste ano. Desde então o município vem se preparando para recebê-la. Os 12 profissionais da Saúde, entre Farmacêuticos e Assistentes Administrativos, que já estão trabalhando, iniciaram um treinamento e capacitação junto à Secretaria de Estado da Saúde (SESA) no dia 12 de agosto, e após esse treinamento foi feito um cadastro de aproximadamente 3600 pessoas que farão uso dos medicamentos.

Aracruz é o 11º município no Espírito Santo a contar com esse projeto
Aracruz se tornou o 11º município no Espírito Santo a contar com esse projeto, o que proporcionará uma melhoria considerável da humanização, agilidade e qualidade no atendimento prestado aos usuários dos medicamentos, além de ampliar o acesso aos tratamentos.

Os medicamentos que estão disponíveis pertencem ao Componente Especializado da Assistência Farmacêutica (CEAF), que consiste em uma estratégia de acesso a medicamentos no âmbito do SUS, caracterizado pela busca da garantia da integralidade do tratamento medicamentoso, em nível ambulatorial, cujas linhas de cuidado estão definidas nos Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas (PCDT) publicadas pelo Ministério da Saúde.

TEXTO: Renato Lana
E-MAIL: rfaria@aracruz.es.gov.br

FONTE: http://www.pma.es.gov.br/noticia/87787/