Irã libera petroleiro que estava retido desde julho

Irã libera petroleiro que estava retido desde julho

O britânico ‘Stena Impero’ estava preso há meses em águas iranianas. A embarcação seguirá para os Emirados Árabes, segundo a companhia proprietária.

Irã liberou, na manhã desta sexta-feira (27), o petroleiro britânico “Stena Impero”, que estava retido desde julho nas águas do país. A embarcação seguirá para os Emirados Árabes, segundo a companhia proprietária.

Horas antes de ser liberado, o petroleiro havia começado a transmitir sua localização pela primeira vez em semanas, perto do porto iraniano de Bandar Abbas, onde estava retido desde que foi capturado no dia 19 de julho.

O diretor da companhia sueca Stena Bulk, Erik Hannel, empresa que é dona do navio, disse que “foi uma longa espera” até que o navio e sua tripulação fossem liberados. As pessoas na embarcação devem passar por avaliação médica em Dubai.

Hannel afirmou à TV sueca que a embarcação parece estar em boa condição e que espera que ela volte a operar dentro de uma semana.

O site de rastreamento de navios MarineTraffic.com mostrou o “Stena Impero” saindo do Irã em direção ao sul a uma velocidade de pouco mais de 22 km/h.

Captura

O petroleiro Stena Impero, capturado pela Guarda Revolucionária do Irã, em foto não datada — Foto: Stena Bulk via AP

O Irã apreendeu o navio-tanque no Estreito de Ormuz, a passagem estreita do Golfo Persa pela qual passa 20% de todo o petróleo mundial.

A apreensão ocorreu depois da captura de um petroleiro iraniano que era suspeito de levar petróleo à Síria, violando sanções da União Europeia. A embarcação “Grace 1”, depois rebatizada de “Adrian Darya”, ficou retida em Gibraltar de 4 julho até 18 de agosto, causando um imbróglio internacional envolvendo Gibraltar, Reino Unido, Irã e Estados Unidos.

Por Nasser Karimi, Associated Press — Teerã

FONTE: https://g1.globo.com/mundo/noticia/2019/09/27/ira-libera-petroleiro-que-estava-retido-desde-julho.ghtml