Encontro de diversidade cultural encerra ações do 3º Ciclo de Formação da Parceria pela Valorização da Educação

Encontro de diversidade cultural encerra ações do 3º Ciclo de Formação da Parceria pela Valorização da Educação

O pátio central da aldeia de Caeiras Velha recebeu na noite desta quarta-feira (28) um grande encontro de diversidade cultural que simbolizou o encerramento das atividades do 3º Ciclo de Formação do Grupo de Gestores Indígenas e Técnicos Formadores. A noite cultural foi promovida pelo Grupo de Jovens Guerreiros e Tambores Fortes Tupinikim, com apoio do Grupo de Mobilização do PVE, das Secretarias de Educação (Semed), Turismo e Cultura (Semtur), da Suzano, Instituto Indígena COCAR, AITCV (Associação Indígena Tupinikim de Caieiras Velha e SECULT – ES/FUNCULTURA. Estiveram presentes o prefeito Jones Cavaglieri, as secretárias Flávia Cândida (Semtur) e Ilza Rodrigues (Semed), mobilizadores do PVE e lideranças comunitárias.

“A Noite Cultural é um evento que vem sendo realizado na nossa aldeia desde agosto de 2017. Pelo menos uma vez por mês, crianças, jovens, anciãos e lideranças se reúnem no pátio central para desenvolverem atividades que busquem sempre o fortalecimento da identidade cultural do povo Tupinikim. Ele surgiu a partir de conversas feitas entre esses jovens e os mais velhos, que reclamavam que estavam morrendo e não tinha ninguém se interessando em aprender as histórias do povo. Decidimos fazer um movimento para passar nossos conhecimentos tradicionais, por isso realizamos essas atividades. Vamos tocar, cantar e fazer ecoar nossa história através dos sons dos tambores”, falou Jocelino Tupinikim, Líder Cultural de Caieiras Velha na abertura das festividades.

O vice cacique Alexandre também deu as boas vindas às famílias e convidados. “Fico feliz com a presença de vocês aqui. Só queria dizer que nossa casa está aberta para que vocês possam conhecer nossos costumes quando quiserem. Também será um prazer conhecer um pouco da cultura Italiana que está bem próximo da gente. Esta interação será muito boa. Muito obrigado e curtam bastante”, agradece.

O prefeito Jones Cavaglieri deixou sua fala de apoio ao movimento e parabenizou todos os envolvidos pela realização do evento. “Esta é a primeira vez que venho na noite cultural. Queria parabenizá-los citando uma frase de uma indígena, que um dia disse: vocês homens brancos descartam seus velhos, enquanto nós os colocamos em pedestais, porque são eles que têm a sabedoria que dá continuidade à nossa história. Por isso digo, o que vocês estão fazendo hoje não é diferente, pois com os conhecimentos dos nossos idosos, podemos dar sequência a esses trabalhos, mantendo viva a tradições e os costumes praticados. Somos privilegiados por sermos o único município do estado a ter índios aldeados. Juntos somos mais fortes para preservar e fortalecer essa tradição e culinária”, disse.


“Sabemos que isso daqui é um patrimônio histórico, cultural e genético de nosso país. Queria agradecer o espaço que nos foi aberto e à nossa proposta. Nosso grupo de mobilizadores (PVE) está aqui muito bem representado. No ano passado trabalhamos com o incentivo à leitura e levá-la aonde não se tinha tanto acesso. Neste ano, além da leitura, estamos trabalhando com um viés cultural, histórico e de resgate de nosso povo que constituiu e constitui Aracruz. Por isso, nossa primeira roda de conversa proposta pelo grupo, foi falar dos desafios, da resistência e da conquista indígena no Shopping Oriundi. Da mesma forma o Grupo Di Ballo Nova Trento está aqui hoje. Essa é a proposta do nosso grupo do PVE, aproximar os costumes em nossa cidade”, completa o Assessor Especial (Semed), Leonardo Reis Milagres. 

Dando início às programações, o descendente de Italiano e membro da Diretoria da Associação dos Imigrantes Italianos de Aracruz, Rodolfo Sperancin Della Valentina, fez uma bela explanação, contando a história da chegada italiana para o Espírito Santo, quando em 1874 se iniciou a imigração em massa no navio La Sofia. Foram várias as atividades desenvolvidas durante a programação, entre elas roda de conversa, as danças e cantos tradicionais indígenas, a pintura corporal, exibição de videodocumentário (Cineclube Yhymembyra), exposição fotográfica, fogueira, além da participação do Grupo Di Ballo Nova Trento.

O 3º Ciclo de Formação do Grupo de Gestores Indígenas e Técnicos Formadores teve início na segunda-feira (26) no Polo UAB e contou com diversos momentos, como reuniões, Grupo de Mobilização, a caminhada da Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla e uma avaliação de alinhamento para o “interciclo 3 e 4″.

O que é o PVE
O Programa Parceria Pela Valorização da Educação é uma iniciativa do Instituto Votorantim em parceria com a Secretaria de Educação da prefeitura de Aracruz e a Suzano, que vem para promover a mobilização social pela melhora da qualidade da educação. Desde janeiro de 2011, a Comunidade Educativa CEDAC é responsável por toda a fundamentação técnica do programa e pela produção de materiais de apoio (kits com orientações, textos de referência, plano de trabalho etc.

Com três eixos de atuação (Mobilização Social, Apoio à Gestão Pública e Criativos da Escola), o programa conta com a participação de “mobilizadores” locais – funcionários da Votorantim encarregados de liderar o projeto na ponta que são orientados por consultores educacionais do CENPEC, no que se refere ao planejamento e execução de ações de mobilização social e ao relacionamento com as secretarias municipais de Educação.

CLIQUE AQUI e confira a galeria de imagens

TEXTO: Renato Lana
E-MAIL: rfaria@aracruz.es.gov.br

FONTE: http://www.aracruz.es.gov.br/noticia/87629/