Audiência pública discute Projeto de Reabilitação da Rodovia ES 010 em Aracruz

Audiência pública discute Projeto de Reabilitação da Rodovia ES 010 em Aracruz

Na última quarta-feira (24), representantes do Departamento de Estradas de Rodagem do Estado do Espírito Santo (DER-ES), juntamente com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), estiveram na Barra do Sahy para a realização de uma audiência pública com a comunidade de apresentação do Projeto de Reabilitação da Rodovia ES 010 por toda orla de Aracruz. Lideranças comunitárias dos distritos e autoridades estiveram presentes à reunião.

Ao todo serão 51 km de estrada que serão contemplados dentro do projeto da obra. O primeiro trecho, que vai de Nova Almeida até Santa Cruz (final da Ponte Piraqueaçu), serão 18,5 km, o segundo trecho, que vai até a Ponte da Barra do Sahy, com mais 14,1km, e finalizando, o terceiro trecho que vai até a Vila do Riacho, com 18,4km.

O responsável por explicar todo o projeto de reabilitação para a comunidade foi o gerente de projetos do DER-ES, Fernando Pimentel. Ele detalhou o que será feito em cada local, e distribuiu a sua apresentação trecho por trecho, começando da Praia de Gramuté até a Barra do Sahy. As obras prevêem a restauração do pavimento da rodovia e a implantação de uma nova sinalização para facilitar os acessos às praias.

“Hoje nós estamos aqui em audiência justamente para poder ouvir as opiniões da comunidade a respeito do projeto. Nós já tivemos algumas reuniões específicas com algumas comunidades que nos pediram para colocar dispositivos de segurança adicionais nas vias, e isso nós estamos levando para dentro da revisão do projeto”, disse o gerente.

BID
Logo após foi a vez do consultor do Banco Interamericano de Desenvolvimento falar sobre os estudos de impactos ambientais que envolvem todo o projeto. Vale lembrar que para que a obra possa ser realizada, o financiamento do estado junto ao banco deve ser feito para que a obra seja realizada, porém alguns trâmites na parte ambiental precisam ser cumpridos.

“O banco elabora estudos de impactos ambientais e sociais e programas que são definidos para atender suas próprias políticas. Isso não tem a ver com o órgão ambiental licenciador, porque independente do que o órgão peça, o banco possui políticas próprias e é preciso definir programas para atendê-las”, explicou. Ao final da fala dos profissionais, foi aberta uma roda de conversa com os presentes na audiência para que eles pudessem tirar suas dúvidas sobre o projeto por meio de perguntas escritas e oral.

Município
O secretário de Desenvolvimento Econômico de Aracruz, Guerino Balestrassi, esteve no evento representando o prefeito Jones Cavaglieri, e destacou que a melhoria da infraestrutura das rodovias é essencial para o desenvolvimento econômico do município, e que isso possa  atrair novos investimentos para Aracruz, que possui uma localização privilegiada no estado.

“Essa conversa com a comunidade também é de extrema importância porque vai identificar possíveis alterações que podem ser feitas ao longo do andamento do projeto. As melhorias nas rodovias irão trazer mais segurança para as comunidades”, frisou Guerino.

TEXTO: Daniel Marçal
E-MAIL: dmarcal@aracruz.es.gov.br

FONTE: http://www.pma.es.gov.br/noticia/87494/