Quase 900 pessoas vacinaram contra o sarampo somente neste sábado (20/07), dia D da campanha

Quase 900 pessoas vacinaram contra o sarampo somente neste sábado (20/07), dia D da campanha

A prefeitura de Aracruz, por meio da Secretaria de Saúde (SEMSA), realizou neste sábado (20/07), das 7h às 16h, em todas suas Unidades Básicas de Saúde, além de um posto volante no Shopping Oriundi, das 9h ás 16h, o “dia D” de vacinação contra o Sarampo. Somente nesses horários, 890 pessoas se imunizaram. A ação foi uma grande oportunidade aos que ainda não eram imunizados e que não conseguiam ter tempo de tomar a vacina durante a semana.

O objetivo foi justamente intensificar as ações de combate ao sarampo no município, sendo que a Vigilância Epidemiológica da prefeitura de Aracruz tem realizado o monitoramento ininterrupto quanto à circulação de todas as doenças. Esta campanha veio para proteger a população, considerando a possibilidade da reintrodução do sarampo, como já se verifica em outros locais do país.

A Vacina de Tríplice Viral é segura e a única forma de se prevenir contra o sarampo. Os principais grupos de riscos são as pessoas de 12 meses a 49 anos de idade. Os adolescentes, adultos (homens e mulheres), no contexto atual do risco de importação de casos, também devem se vacinar. Já as pessoas de até 29 anos de idade que não apresentam registro da vacina, é necessário tomar duas doses com intervalo de no mínimo 30 dias, entre uma dose e outra. Aquelas de 30 a 49 anos, que não houver registro, precisa receber apenas uma dose da vacina de tríplice viral.

Vacine-se durante a semana!
A Vacina de Tríplice Viral está disponível em todas as unidades de saúde durante a semana, das 8h às 17h. A população alvo da campanha deve procurar a Unidade de Saúde mais próxima, levando seu cartão de vacinação, que será avaliado e atualizado conforme recomendações do calendário básico de vacinação.

Sintomas
Pessoas acometidas pela doença apresentam febre, manchas avermelhadas pelo corpo (exantema), tosse, coriza, conjuntivite (olhos vermelhos e lacrimejantes), fotofobia (sensibilidade à luz) e pequenas manchas brancas dentro da boca.

O vírus ainda circula em várias regiões do país, além disso a baixa imunização da população brasileira, que vem decaindo nos últimos anos, contribui para a volta da circulação do vírus, por isso a população deve ser vacinar. Segundo Nota Técnica da Secretaria Estadual de Saúde (SESA), não há registro de caso confirmado de Sarampo no Espírito Santo.

TEXTO: Renato Lana
E-MAIL: rfaria@aracruz.es.gov.br

FONTE: http://www.pma.es.gov.br/noticia/87476/